Categorias

Slide

728x90

     

    Hoje eu te vi por ai, acho que deixei um pouco do meu brilho encostar em você, estranho não é? Aquela menina tão insegura e inocente, agora tão forte e feliz andando por ai! Você olhava e desviava, e dessa vez em nada me importava. Sabe? Tanto faz! Tanto faz o que seu olhar ou as suas risadas queriam dizer, eu não estava me importando, porque a algum tempo eu arranquei de suas mãos meu coração e durante muito tempo eu fiquei curando e remendando, tentando tirar dele todas as mágoas e as feridas e aos poucos recolocando nesse peito tão frágil que por muito tempo precisou de mãos que confortassem. Você já não me impactava, não me chamava a atenção e também já não tinha mais um olhar brilhante, a culpa não é sua, não se lamente, mas olhos cegos, um dia cansam e voltam a enxergar. Então foi necessário, depois de algum tempo eu voltar a sentir na pele, outras sensações e seguir por outros caminhos, não pense que estou me lamentando ou estou infeliz por isso, pelo contrário, estou radiante, mais brilhante que antes, que até parece que meu brilho incomodou você. Meu coração já voltou a bater por outros sorrisos e meus braços a sentir calor por outros abraços, continuo com meus medos acho que todos eles são tão naturais, mas também aprendi com cada tropeço que sair correndo por ai, já não me assusta mais. Eu lembro que eu sempre saia dizendo por ai, vive ai, que eu vivo aqui que um dia a gente se encontra e termina de viver essa história, mas sabe, a nossa história já vivemos, a página já virou, no seu livro e finalmente no meu livro, então que o destino traga pra nós boas dores de barrigas de suaves gargalhadas, só peço ainda que um dia eu sinta tudo aquilo que senti em seus braços novamente, nos braços de um outro alguém e que dessa vez seja pra sempre.

0
Comentários
Compartilhe com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *