Categorias

Slide

728x90


O problema é que o medo de sair da comodidade, era maior que o medo de ficar infeliz por mais tempo.

Toda mudança mexe com a nossa mente, porque assusta não saber por qual solo iremos começar a caminhar, e a incerteza nos aprisiona, porque temos medo que tudo piore, e o que já era ruim fique insustentável. Então vamos engolindo sapos, nos acorrentando em algo que já não da mais, porque ter coragem parece impossível.

Então confundimos a nossa felicidade com utopia, e mesmo sabendo que as possibilidades de melhora estão longe de mais, nós aguentamos mais um pouco, porque temos esperança que melhore. E passamos a não só empurrar com a barriga aquilo que não da mais, mas passamos a também carregar nas costas, um peso que começa a fazer parte de nós mesmo. 

E nossas frustrações começam a fazer parte da nossa vida, e das nossas relações, porque é difícil conviver com um pedaço de nós tão triste. Pensamos então que estamos deprimidos, porque vivemos a geração que não fica mais triste, mas sim que fica deprimida. Então banalizamos mais esse sentimento e dificultamos a nossa cura.

Porque a nossa cura, está em um palavra de coragem. Está na decisão de nãos nos submetermos mais aquilo que nos entristece, e que nos aprisiona. Está na aceitação de que somos seres mutáveis, propensos a mudança, que não precisamos temer, apenas entender que vivemos aceitando diversas mudanças todos os dias.

Mude de canal, mude de roupa, mude de emprego, não permaneça por mais tempo em algo que já não faz sentido, se você pensa não ter mais saída, invente novas possibilidades, encontre novos motivos, a motivação apenas trabalhada de fora pra dentro não trás grandes resultados, mas se você começa a ter motivação de dentro para fora, você é capaz de motivar qualquer ação.

Porque você pode ser quem você quiser, desde que você seja verdadeiro com o que você sente, desde que isso seja real, não precisamos temer. Porque a vida sempre vai ter um jeito engraçado e confuso, de te levar exatamente para onde você deve estar, e antes disso, irão vir as tempestades, a renuncias, os nãos, os dias ruins, mas isso serve para fortalecer, pra que forte a gente possa ser.

12
Comentários
Compartilhe com os amigos

Comente pelo Facebook!

12 Comentários

  1. Nossa Ivana, era tudo que eu precisava ler hoje! Texto muito bacana!

    Abraços, Thamara
    www.thamaralaila.com.br

    ResponderExcluir
  2. Geralmente é assim mesmo, queremos que tudo mude, mas sempre fazemos a mesma coisa. Parabéns pelo texto... Bjs

    http://menteaberttatextos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Se quisermos que as coisas mudem devemos para de fazer tudo igual.
    Nem sempre é fácil.
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Verdade. Não tem um ditado que diz que, o que não nos mata nos fortalece é isso mesmo? kk
    Parabéns pelo post. Bjão

    www.blogdajeu.com.br

    ResponderExcluir
  5. Como sempre, arrasando nos textos.
    O de hoje, bem reflexivo, muitas pessoas tem medo de mudanças e realmente vive uma felicidade utópica.
    Eu desde de nova, sempre desafiei meus medos e sempre procurei seguir caminhos diferentes para ter resultados diferentes. Não superto ficar estagnada.... rs

    Beijinhos
    http://www.julianefreire.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaah Muito obrigada!!!

      exatamente, toda mudança, tem um lado bommm!!!

      Excluir
  6. Arrasou no texto
    Tenho bem refletivo
    Que esta me fazendo pensar de mais
    Eu a vida toda lutei contra meus medos e ainda ei de lutar
    e vence-los até o fim

    ResponderExcluir

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *